Trump critica relação comercial do Brasil com os EUA

0

Durante entrevista para anunciar um novo acordo comercial entre Estados Unidos, Canadá e México, no dia 1/10, o presidente americano, Donald Trump, criticou as relações comerciais de seu país com o Brasil. Ele afirmou que o Brasil “taxa os EUA como bem entende”.

A acusação foi feita após Trump ser questionado sobre as relações comerciais com a Índia. O presidente americano disse que o país asiático cobra enormes tarifas e, em seguida, criticou o Brasil. ”O Brasil é outro caso (…). Eles nos taxam como bem entendem. Se perguntarem a algumas empresas, dirão que o Brasil está entre os mais duros, talvez o mais duro. Nós não os chamamos e dizemos ‘vocês estão tratando nossas empresas injustamente, tratando nosso país injustamente’”, disse Trump.

Recentemente, numa política protecionista, os Estados Unidos impuseram a diversos países tarifas de 25% ao aço e 10% ao alumínio importados. O Brasil foi um dos países afetados. Ao todo, 32% do aço exportado do Brasil têm como destino os EUA.

Em 2017, o Brasil teve um superávit de 2,06 bilhões de dólares na balança comercial com os Estados Unidos. Foi a primeira vez desde 2008 que as exportações brasileiras para o país superaram as importações. Os EUA são o segundo principal destino dos produtos brasileiros, com 12,3% do total exportado, somente atrás da China, destino de 21,8% das exportações brasileiras. O Brasil exporta para os EUA, principalmente, produtos semimanufaturados de ferro e de aço, óleo bruto de petróleo e aviões.

Procurado, o Palácio do Planalto informou que não iria se pronunciar sobre a declaração.

Compartilhe:

Deixe um comentário