Doações de órgãos aumentam 7% no Brasil

0

O Ministério da Saúde divulgou na última quarta-feira (dia 27/9) que o número de doações de órgãos no primeiro semestre de 2018 cresceu no Brasil. Houve aumento de 7% em relação ao mesmo período do ano anterior, passando de 1.653 doações para 1.765. A expectativa é chegar a 3.530 doadores efetivos até o final do ano, que seria o melhor resultado nos últimos cinco anos.

Com o aumento, o Ministério espera que o número de transplantes realizados em 2018 atinja 26,4 mil sendo 8.690 de órgãos sólidos (coração, fígado, pâncreas, pulmão e rim). Caso se confirme, será o maior número de transplantes no país nesta década.

O ministério afirmou ainda que as companhias aéreas e a Força Aérea Brasileira (FAB) foram seus principais parceiros nesta tarefa. Entre junho de 2016 e junho de 2017, mais de 9 mil órgãos sólidos e tecidos foram transportados por empresas de aviação civil.

O Sistema Único de Saúde (SUS) é o maior sistema público de transplante do mundo, sendo responsável por cerca de 96% dos transplantes realizados no país. O Sistema Nacional de Transplantes é formado pelas 27 Centrais Estaduais de Transplantes; 13 Câmaras Técnicas Nacionais; 504 estabelecimentos e 851 serviços habilitados; 1.157 equipes de transplantes; 574 Comissões Intra-hospitalares de Doações e Transplantes; e 72 Organizações de Procura de Órgãos (OPOs).

Compartilhe:

Deixe um comentário