Bolsa despenca 14,78%, suspende operações duas vezes, e dólar chega a bater 5 reais

0

Mais um dia de pânico no mercado financeiro. Nesta quinta-feira, a Bolsa de Valores de São Paulo acionou duas vezes o mecanismo de circuit breaker, quando as operações são suspensas após queda expressiva, e fechou o dia com uma baixa de 14,78%, a 72.583 pontos. Foi a maior queda em um dia desde 1998. As negociações chegaram a ser suspensas duas vezes nesta sessão, o que não acontecia desde a crise de 2008. Esta é a quarta vez que o circuit breaker é acionado em apenas quatro dias, refletindo a piora da percepção dos impactos do coronavírus na economia nacional. A Bolsa brasileira foi a segunda que mais caiu no mundo neste dia, à frente apenas da Bolsa de Valores italiana, que caiu 16,92%.

O mercado de câmbio também sofreu. O real teve grande desvalorização, com o dólar chegando a passar da marca de R$ 5 nesta quinta. A disparada perdeu força após atuação do Banco Central com leilões de dólares em moeda à vista, e a moeda americana fechou o dia cotada a R$4,788, maior valor da história desde o início do Plano Real.

Guedes já fala em crescimento do PIB de apenas 1%

Na quarta-feira, depois da equipe econômica revisar de 2,4% para 2,1% a estimativa para o crescimento da economia brasileira para 2020, o Ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o resultado pode ser ainda pior por causa da pandemia do coronavírus. Segundo ele, no pior cenário, o PIB seria de 1%. O ministro acredita, no entanto, que o cenário mais realista é de um avanço da atividade de 1,8% neste ano.

Fonte: El Pais

Compartilhe:

Deixe um comentário